7 dicas para melhorar a análise dos seus dados na gestão de marketing digital

Hoje, toda empresa com o mínimo de visão de futuro sabe que é essencial investir em marketing e, especialmente, em marketing digital.

Contudo, é imprescindível entender que, para otimizar as ações de conquista de mercado e manutenção da base de clientes, não deve haver separação entre as estratégias de marketing “tradicional” e a versão “digitalizada”: é tudo marketing, a grande diferença é que as ações online possuem muito mais possibilidades quando se trata da definição de métricas e coleta de dados.

1 – Crie uma estratégia de gestão para as páginas de resultado dos motores de busca (SERP)

Uma das primeiras coisas a serem feitas para qualquer estratégia de marketing é buscar posicionamento, seja no mercado local, no mercado regional ou nacional ou na internet.

Tratando-se de marketing digital posicionamento nos resultados das buscas é uma métrica interessantíssima. Por isso, criar uma estratégia e monitorar o posicionamento em SERPs (Search Engine Results Pages) é uma tarefa de casa básica.

Para criar uma estratégia eficiente de marketing digital, analise cuidadosamente palavras-chaves, técnicas de SEO (on page e off page) e também em como investir em links patrocinados para alavancar seu posicionamento nos resultados.

Para sistematizar a estratégia, busque ferramentas que lhe ajudem a analisar o nível de dificuldade para posicionar-se utilizando as principais palavras chave short tail e long tail e que permita a análise das estratégias de concorrentes.

Uma abordagem interessante é fazer a análise dos anúncios dos concorrentes e utilizá-los como templates para os anúncios da sua empresa. Assim, você economia tempo, dinheiro e reusa algo que já está funcionando.

2 – Procure um Dashboard: ferramenta estratégica para gestão

Hoje, muitas empresas tanto tradicionais quanto as mais inovadoras têm investido pesado na criação de dashboards com a utilização de ferramentas de Business Intelligence (BI ou Inteligência de Negócios), Data Discovery Self service de dados (como a linha de ferramentas da Qlik).

Elas fazem isso por um motivo muito simples: ter uma visão geral dos aspectos mais importantes do negócio em um único lugar no qual conseguem visualizar as informações vitais de uma só vez permite discussões de alto nível sobre as estratégias de mercado e o direcionamento do negócio.

Por isso, busque ter em uma única tela, as informações mais importantes e sensíveis para a gestão do seu marketing digital.

3 – Analise as estatísticas do seu website, blog ou loja virtual

Não basta ter acesso aos dados, é preciso saber usá-los para compreender os movimentos de mercado, do seu público alvo, de concorrentes e as principais tendências do seu nicho de atuação.

Institua políticas e procedimentos de auditoria interna nos números e dados do seu website.

Inclua, no radar do seu processo a análise dos links internos e externos, as marcações de ênfase e outras do código HTML em termos e palavras-chaves, a otimização das meta descrições, a verificação das imagens, a duplicação de conteúdo (algo terrível que pode prejudicar a classificação do seu website), a configuração de páginas de erro amigáveis e muitas outras ações  de otimização.

4 – Busque utilizar ferramentas integradas ou plataformas de marketing digital (soluções all-in-one)

Utilizar ferramentas específicas para cada análise ou processo de marketing pode gerar muito trabalho extra para sincronizar as ações e dar seguimento às atividades com sincronia e eficiência.

Utilizar uma ferramenta para investigação de palavras-chaves (para ajudar na decisão de quais você irá adotar e quais irá evitar), uma ferramenta para fazer análises de domínios e comparações domínio versus domínio (que lidam com grandes quantidades de dados e precisam de algoritmos especialistas para encontrar interseções e diferenças de palavras-chaves), uma ferramenta para elaboração de relatórios analíticos,  uma ferramenta para disparar a divulgação de relatórios para os principais stakeholders e outra para para gestão de backlinks pode tornar inviável a sinergia entre os colaboradores responsáveis por essas tarefas.

Por isso, busque uma solução de mercado completa com a maior parte dessas ferramentas dentro de uma plataforma única.

Para os casos de necessidades extremamente específicas, você pode deixar o especialista utilizar a ferramenta de preferência dele, contanto que isso se integre ao processo de gestão de marketing da organização.

5 – Invista na análise das marcações semânticas das páginas do seu website

Independentemente, da estratégia de marketing adotada pela sua organização, lembre-se que os motores de busca estão cada vez mais inteligentes.

Hoje, cada pequeno detalhe ligado à semântica (significado) pode ser a diferença entre um posicionamento no topo das páginas de busca e uma terceira ou quarta página (várias pesquisas de mercado mostram que as primeiras 10 primeiras posições levam mais de 90% da fatia de cliques nos motores de busca ).

Se antes os motores entendiam apenas palavras-chave e outros poucos atributos das páginas, hoje eles entendem o significado das palavras e as relações entre termos (sinônimos, antônimos e até conotação e termos informais). Para fazer isso as engines ou robots utilizam vários algoritmos e alguns deles são baseados em marcações semânticas que estendem o tradicional HTML e incluem até as estruturas técnicas de troca de dados e informações entre sistemas web e navegadores (como o JSON).

Ao adotar o uso de esquemas semânticos você conseguirá deixar mais visível para os buscadores informações sobre os produtos que sua loja comercializa, os eventos que sua empresa organizará, as pessoas  ou os serviços que sua empresa oferece.

O primeiro passo é buscar uma ferramenta que consiga auditar seu site e identificar possíveis erros semânticos e também mapear os elementos marcados. Feito isso é preciso, com base nos resultados, efetuar atualizações para corrigir erros e otimizar o conteúdo e a estrutura das páginas. Para isso o uso correto das tags setânticas de HTML 5, como seções  (tag section) e  artigos (tag article) e o uso de marcações como o Schema.org, Open Graph, Twitter cards e outras são ações muito importantes.

6 – Verifique as configurações de idioma do website

Se você possui público em vários países ou atua em regiões que falam mais de um idioma, fique atento em como você organiza seu conteúdo e como implementou seu website.

A tarefa de internacionalizar um website não é simples, mas existem ferramentas que vão te ajudar na auditoria e no apontamento de problemas e soluções na implementação usando atributos Hreflang.

Uma ferramenta de auditoria e análise eficiente deve fazer a análise automática de seu código de avaliar o uso de símbolos nas definições de linguagem, avaliar se as combinações país-idioma estão sendo feitas corretamente, identificar erros nos códigos dos países (country codes), identificar se as páginas estão fazendo autoreferência e deve apresentar os resultados de maneira simples para que você possa fazer as alterações e acompanhar a otimização.

7 – Compare as métricas online com os dados do seu sistema de gestão

Além dos dados analíticos de acesso, otimização, audiência e outros que são ligados à presença da organização na grande rede (SEO, SERP, PPC etc.), existem outras fontes de dados valiosíssimas que ajudam as empresas a medir e redirecionar investimentos.

Em última instância, o sucesso de qualquer empresa depende do lucro e está ligado às vendas e à sua eficiência (a relação entre o consumo de recursos, produção e entrada de receitas). Por isso, avaliar as métricas online com os dados registrados no sistema de gestão empresarial (ERP) é uma maneira de avaliar ainda mais concretamente os resultados do investimento em melhorias em um websiteblog ou comércio eletrônico.

Dados e ações integradas: caminho para o sucesso no uso de marketing digital

Seguindo estas dicas, você conseguirá dar um passo importante no uso de dados e analítica para implementar uma gestão de marketing mais eficiente, embasada na análise de dados ligados ao posicionamento e à usabilidade do website (seja uma loja virtual, um grande portal um um blog).

A busca pelo uso dos dados por meio das melhores ferramentas para processos que incluem posicionamento SERP, otimização SEO e construção de autoridade é um exigência por conta do volume de dados a ser tratado, pela velocidade com que as coisas mudam no mundo atual e à necessidade de estar continuamente ajustando as estratégias de marketing de qualquer empresa moderna.

Sobre blogexe

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.